Já está disponível nas plataformas digitais a primeira parte do álbum “Jorge 70: Ao Vivo em São Paulo”, novo projeto de Jorge Aragão, lançamento da ONErpm. Em comemoração aos 70 anos de idade, o cantor realizou uma turnê nacional em 2019. O show “Jorge 70” percorreu o país todo e contou com composições marcantes e grandes sucessos, desde os tempos em que ele integrou o grupo Fundo de Quintal até sua fase solo.

Neste ano, Jorge Aragão traz para as plataformas digitais o registro do show gravado antes da pandemia, no Tom Brasil, em São Paulo, no mês de fevereiro deste ano. O sambista leva ao público um espetáculo retrospectivo, que passeia por canções que marcaram a sua trajetória musical como “Enredo do Meu Samba”, “Falsa Consideração”, “Coisa de Pele”, “Do Fundo do Nosso Quintal”, “Vou Festejar”, “Cabelo Pixaim” e “O Barraco Desabou”. Este primeiro EP traz as faixas “Papel de Pão/Loucuras de Uma Paixão”, “Identidade”, “Eu e Você Sempre” e “Lucidez”.

Com 20 álbuns acumulados e mais de 40 anos de estrada, Jorge Aragão deu início a sua carreira nos anos 1970, integrando o grupo Fundo de Quintal – um dos mais importantes nomes do samba. Compositor de diversos sucessos, consagrou-se nas vozes de Elza Soares, Beth Carvalho, Alcione, Leci Brandão e Ney Matogrosso.

Embora esteja promovendo este álbum comemorativo, que reúne apenas grandes sucessos, Aragão continua lançando novidades nas plataformas. Recentemente, ele subiu nos serviços de streaming “A Possibilidade” (parceria com Xande de Pilares) e “Ninguém Vale Dor e Despedida”, esta, sobre feminicídio, composta com a colaboração do músico Mauro Jr. e de Xande de Pilares.