CNN Brasil foi lançada no embalo do início da pandemia do novo coronavírus e de uma gigantesca crise política. O lançamento do novo canal de notícias colocou a rede de TV por assinatura como uma das principais entre os canais de jornalismo ao longo dos quase três meses no ar.

Em meio aos entraves já encontrados ao longo deste período de quase 90 dias, a emissora mostrou que além de mostrar, também possui muito o que aprender. No meio disto tudo, Evaristo Costa, anunciado como uma das maiores contratações da rede, hoje está sendo visto sob outros olhos. Após inúmeros adiamentos com a estreia do seu programa, o ‘Séries Originais’, a atração está abordando sobre os acontecimentos da pandemia do Covid-19 e se tornou um palco para comprometimento sobre a cobertura das manifestações nas ruas ao longo das últimas semanas.

O formato do apresentador, atualmente em Londres, consiste em, a cada edição, a exibição de três documentários exclusivos, produções próprias ou terceirizadas, nacionais ou estrangeiras. Por falar na rede, a CNN Brasil contratou uma série de profissionais a fim de conseguir trazer reforços sobre sua sede localizada na Grande São Paulo, até meados de agosto. De acordo com informações do colunista Flávio Ricco.

Após a saída repentina de Reinaldo Gottino da emissora, em que retornou aos trabalhos dentro da Record, à frente do ‘Balanço Geral SP’ em sucessão a Geraldo Luís, Douglas Tavolaro, que durante anos trabalhou na Record e hoje atua como CEO da CNN, está avaliando o momento certo para revidar o desfalque no casting de profissionais do canal de Edir Macedo.