Leonardo e Eduardo Costa retomam “Cabaré”

15 Janeiro, 2019

Projeto que começou com o encontro de dois amigos cantando “no quintal de casa” clássicos do sertanejo, enquanto falavam besteiras e tomavam “umas e outras”.

Cabaré, com Leonardo e Eduardo Costa, transformou-se num dos principais cases de sucesso do show business nacional nos últimos tempos. Em princípio, eles gravariam um DVD, registrando de forma profissional os duetos descontraídos que ambos postavam na internet – em alguns casos, madrugada adentro, quando mostravam estar mais “alegres” do que são habitualmente –, e realizariam algumas apresentações, em paralelo às carreiras solo. Mas o êxito do registro alterou os planos de Leonardo e de Eduardo. Ao todo, foram três anos de parceria (os dois últimos praticamente de exclusividade ao projeto), que renderam cerca de 250 shows e dois CDs/DVDs, “Cabaré” (novembro de 2014) e “Cabaré Night Club” (novembro de 2016).

No final de 2017, os artistas anunciaram que poriam um ponto final ao projeto, cumprindo apenas as datas já fechadas para o início de 2018. A justificativa é que necessitavam retomar as carreiras solo, o que de fato ocorreu. No entanto, no fim do ano passado, Eduardo Costa usou suas redes sociais para anunciar a volta de “Cabaré” para 2019. “A ideia é fazermos shows do projeto apenas aos sábados, para continuarmos com nossas agendas individuais”, informou o mineiro, acrescentando que esse retorno vai gerar um terceiro DVD, a ser gravado desta vez em Goiânia – os outros dois foram registrados na capital paulista, respectivamente no estúdio Quanta e Espaço das Américas. Obviamente, a retomada precoce do show em dupla – inicialmente cogitada para 2020 ou 2021 – vem atender a uma grande demanda tanto dos fãs, que cobravam os artistas insistentemente nas suas redes sociais, quanto do próprio mercado, já que em muitas cidades por onde passou o show Cabaré registrou recordes de público.

SHOWS INDIVIDUAIS

Atualmente Leonardo viaja o país com o espetáculo “Canto, Bebo e Choro”, referente a seu último DVD, gravado em abril do ano passado no Villa Country, em São Paulo, e lançado pela Sony Music. O repertório inclui 18 canções românticas do sertanejo mais tradicional, que influenciaram o trabalho do cantor goiano, como “Biquini bordô” (Trio Parada Dura), “Coração está em pedaços” (Zezé Di Camargo e Luciano), “Cicatriz” (Renê e Ronaldo), “Perder você é abraçar a solidão” (Chico Rey e Paraná), “Chora peito” (Chrystian e Ralf) e “Devolva a passagem” (sucesso da dupla que ele formou com o irmão Leandro).

Por sua vez, Eduardo Costa, desde o primeiro semestre de 2018, leva para o país seu show “Olha ela aí”, mesmo título do single composto por Adair Cardoso e Gustavo Henrique, que fechou o ano na lista dos mais tocados nas rádios, além ter alcançado mais de 50 milhões de views no YouTube e igual número de plays nas plataformas de áudio. No show, o artista mineiro apresenta seus principais sucessos, como “Sapequinha”, “Quem é”, “Saudade” e “Pronto falei”. No final do mês, Eduardo levará o show aos Estados Unidos, com apresentações em Atlanta (24), Fairfield County (25 e 26) e Boston (27).

A partir de março, “Cabaré” estará de volta, com apresentações somente aos sábados, enquanto nos outros dias da semana cada artista caminhará sozinho. Num dos posts recentes, Eduardo chegou a dizer que tanto ele quanto Leonardo não pretendem abrir outros dias da semana para o projeto, “por dinheiro nenhum”. Talvez eles até repensem esta questão, a depender da quantidade de pedidos que chegar ao escritório Talismã, que comercializa os shows dos artistas.